"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

terça-feira, outubro 7

Eleições Comportadinhas

O processo eleitoral para os prefeitos e vereadores esse ano, talvez tenha mobilizado mais os cidadãos amapaenses.
Os jovens escolheram seus candidatos e optaram por não discutir as questões políticas. Já o comportamento dos candidatos se deu de forma mais discreta, resultado atribuído pelo presidente do TER-AP, Carmo Antônio, à parceria do tribunal com a imprensa.
Funcionou bem o sistema de denúncia onde os eleitores faziam o uso do celular, o que evitou os trotes já que era possível filmar os “supostos delitos”. Apesar de tudo a imprensa não se fez assim tão presente na apuração dos votos. Mais de 100 profissionais foram cadastrados e receberam crachás de acesso a Casa da Cidadania, onde os votos seriam apurados, menos da metade compareceu, principalmente da imprensa escrita.
Será que os interesses dos donos dos veículos de comunicação não são os mesmos que os da população? Ao menos poderiam disfarçar.