"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

quinta-feira, junho 7

Complicada, eu?

Depois de um dia agradável, de ter me divertido horrores...

Nossa! Não fazia isso há séculos.

Era só uma apostinha entre primas, quem não aguentasse ficar acordada até a hora de assistir ao seriado The Mentalist, deveria fazer brigadeiro.

Porém, imaginei que se minha prima (de 12 anos) não soubesse fazer o tal doce, perderíamos ambas. Não se pode prometer chocolate a uma chocólotra, é quase um crime!

Então, sugeri que caso eu adormecesse primeiro faria o doce, mas se ela não cedesse ao sono, deveria fazer pipocas. Não obstante, repensei a proposta e lembrei que não estaríamos no mesmo lugar no fim de semana seguinte, assim, a aposta seria esquecida. Antes de recomendar algo novo ela me interrompeu e enfatizou:

_Prima! Você é muito complicada, fica planejando tudo, e vive no futuro! Nem vamos apostar mais.

Virou para o lado e dormiu. E eu... Dormi com esse barulho.

_ Complicada, eu?

* Pois é, tenho ouvido tanto isso. Não é possível que todos estejam errados. :(