"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

sexta-feira, dezembro 3

Aos pedaços…

Não posso mais me doar, não com tanto afinco.

Os trabalhos me consomem e já cansei de meus cacos espalhados por aí.

Sobram menos de mim, das várias que me compõe.

O caos é meu porto seguro e minha zona de conforto é o desconforto absoluto.

A nudez revelada, a minha falta de tato...

O meu desejo enorme agora grita, já não disfarço.

Pulsante, incorrigível, declarado e de novo sou refém da minha alma velha.