"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

segunda-feira, maio 30

Primeiras

A semana encerrou e deixou as lembras de "primeira".
Minha primeira oficina... por instantes me senti à vontade.
Aquele frio na barriga, o medo constante de errar, me fizeram de fato errar. E, depois até achei engraçado.
Meu "sistema" é previsível e falho. Quanto mais temo, mais evidente é o erro. Isso acontece em todos os setores da minha vida. E me conduzem a cobranças mais pesadas...
Quero sempre mais...

Minha primeira vez de uma manhã diferente... e intensamente confusa.
Por pouco não abdico de minha armadura. E olha que meu sangue nem é bom. Fiquei satisfeita por ter "acordado a tempo", antes que dissesse algo do qual fosse me arrepender. Mesmo que mais tarde, meus passos pela rua, tenham sido carregados por algo muito parecido com decepção, depressão... uma dessas que chega bem devagar. Entretanto, essa não seria a primeira vez... logo, para esse registro não conta.

Primeira vez que ouvi uma banda, que não conseguiu de mim nada além de antipatia, apesar do som ser razoavelmente bom. Contudo, as bobagens que ouvi, pesaram muito no conceito.

Primeira vez que vi um cara com tanta presença de palco, ter saído da platéia e roubado a cena do show. Os aplausos eram todos para ele. Uma música e todos queriam mais.

Minha primeira aula de... rsrs não vou contar ainda. O domingo foi de estudo e foi a minha primeira aula, já estou ansiosa pela segunda.

E amanhã será uma segunda, cheia de segundas.