"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

segunda-feira, setembro 26

Quando a criatividade pede licença para se retirar

Cessação de ruído improdutivo,
O calar por falta de vontade ou motivo...

Um reencontro inesperado com o que não foi dito,
O silêncio...


Provocado, solicitado, incompreendido,
Desejado, explicado e bem vindo...


Na solidão da alma, o silêncio é quem mais fala.
Seu discurso é quase um conter e interrompe a comunicação.
Um olhar, para dispersar até onde for possível o alcance da voz...

E nós?
Nada a declarar!