"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

quarta-feira, fevereiro 9

Parecer psicológico

Dois lados
Estou sofrendo de superestimação contida, que ameaça descarregar-se numa explosão de comportamento impulsivo e arrebatado.
Sou incapaz de empenhar esforços para alcançar meus objetivos, porque atualmente não tracei nenhum. Sinto-me despreparada, desejo maior segurança , afeto sincero e menos problemas.
Procuro uma ligação íntima e compreensiva em atmosfera de intimidade compartilhada, como proteção contra ansiedade e conflito.
Sou egocêntrica, portanto, me ofendo com facilidade, o que me deixa bastante isolada em minhas ligações. Sou capaz de conseguir satisfação física na atividade sexual, mas sou inclinada a ser emocionalmente retraída, o que me impede de me envolver profundamente.
Interpretação fisiológica: Tensão e ansiedade em razão do conflito entre esperança e necessidade, seguido de desapontamento intenso.
Interpretação psicológica: O desapontamento e as esperanças irrealizadas têm dado origem a uma incerteza angustiante, enquanto duvido de que as coisas melhorarão no futuro, o que me leva a adiar decisões essenciais. Este conflito entre esperança e necessidade está criando considerável pressão. Em lugar de resolvê-lo, enfrentando corajosamente a tomada da decisão essencial, sou capaz de empenhar-me na busca de trivialidades como meio de fuga. Em suma: Vacilação causando frustração. O desapontamento e o medo da impossibilidade de formular novas metas tem me levado à ansiedade, a um vazio e a um desprezo inconfessáveis a mim mesma. Minha recusa em reconhecer essa situação me leva a adotar uma atitude voluntariosa e desafiadora.

* Depois dessa consulta meu psiquiatra nunca mais foi visto. Porque será hein?