"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

quarta-feira, junho 22

... de não caber em si...

Feliz, feliz, feliz!

Feliz de não caber em si.
Tão feliz que o sorriso parece não desmanchar 
E, os músculos da face são forçados a se exercitarem mais que marombado em dia de semana.

Feliz a ponto de sentir a alma maior que o universo, duas voltas nele até...
Feliz por ver quem amamos feliz.

Tão feliz que nenhuma maquiagem do mundo poderia realçar mais.
Que todo o gozo da galáxia não fosse o autor de tamanha façanha sagas.

Feliz, feliz, feliz!
Tão feliz, que esse pobre coração sem dono, deseja não acordar desse sonho, jamais.

*Que minha pobreza intelectual tenha me permitido ao menos dividir o que sinto, porque sinto muito! ^^