"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

terça-feira, junho 21

Não é amargo, nem doce...

Saudades das sensações

Beber um cálice inteiro e, quantos outros forem desejados.
Esperar que o corpo reaja, como quem padece pensando sentir.
A entrega plena de uma alma pequena, moralmente cansada, desgastada pelo tempo perdido...
Não é amargo, nem doce...

Queima e suavemente desobstrui tudo que impedia a fala...
E segue assim, comumente.
E como mente, quem diz o inverso!

Conto as horas, os segundos, as gotas douradas...
Das mágoas passadas, dos versos submergidos.
Porque de fadas não entendo nada.