"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

terça-feira, junho 14

Inverdades

Não vejo mais beleza numa história tão cheia de pobreza
Nos medos, dedos, toques sem sentir...

Nas lágrimas não derramadas, por sonhos desperdiçados,
Nada foi verdade, nem intentado...
As doses de loucuras foi só o exercício do mentir.

Me sinto só, porque sempre fui só,
Amei por um, 
Inventei dois,
Restaram cacos do que nunca foi.