"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

sexta-feira, agosto 19

Fim de semana

Sexta-feira traz na essência a expectativa de um dia de semana onde todos os problemas necessitam de uma atenção especial, para não estragar o fim de semana pragmaticamente falando. Em contrapartida é o dia de encontrar os amigos e aproveitar o que a noite amapaense pode oferecer em termos de entretenimento.

A rotina tende a consumir parte importante do nosso tempo, e por mais que a distância seja ínfima, não encontramos as amizades tão facilmente assim. O tempo, ou a má administração dele podem ser facilmente responsabilizados, assim como a preguiça.

A maneira mais indicada para combater esses dois agentes antissociais é levantar do sofá e abrir mão do último capítulo daquela novela que você sequer acompanhava, mas que não ouvia falar de outra coisa.
E lá fomos nós depois das 22h (porque sempre perco minha chave e deixo as meninas esperando na porta de casa), o lugar escolhido para preparar o espírito para uma longa farra de rock and roll foi o Bar e Pizzaria do Francês, na Rua Ernestino Borges, próximo ao SEBRAE.

Há séculos não aparecia por lá e confesso não ter sentido falta, já que a assiduidade cansa os sentidos. Mas, a banda estava animada e me diverti muito, cantei desde a hora que cheguei, enchi os ouvidos das amigas Thainá Rodrigues e Lílian Guimarães com minhas novidades... Foi preciso registrar tal encontro compartilhado com as presenças ilustres de Rafael Guerra, Régis Sanches e Denize Muniz.

Nosso destino era Biroska Concept Bar, na avenida Xavantes, 112, Beirol, para a festa dos anos 80/90 Over Dose festa do K-7. Que tem colaborado muito com o cenário musical principalmente do rock and roll em Macapá. Se alguém disser que não temos opção é sinal que não conhece o Underground Produções.

A discotecagem com vinil da DJ Patrícia recepcionava o público já ansioso. A banda The Malk abriu os trabalhos, com um repertório bem romântico, compartilhou o palco com os flashbacks que só quem viveu intensamente os anos 80/90 é capaz de ter. 

A organização brincou com clipes/vídeos da época, pirei com isso, confesso... Ai, ai, lembrava de tanta coisa. (Risos).
Reencontrei gente muito bacana e conheci outras tão legais quanto! Ri horrores.

Não ficamos muito tempo... a próxima parada foi no American Bar, Av. Beira Rio, mas por lá só passamos... Depois Armazém Beer, noite de Reggae, nem entramos 15 dinheiros não era elas, na boa. De lá direto para um lanche especial no X do Sul, porque a fome era algo. Até que finalmente um bom banho e cama. o/
Sábado foi dia de ficar em casa, conversas de todos os tipos e muito chamego preencheram as horas que passaram voando.
Domingo... Ah, o domingo fiquei bem mulherzinha. Rsrs.