"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

sexta-feira, março 26

Relógio sem graça

Quando a hora não passa...
Penso besteiras, me perco no vento
Vejo luzes barulhentas
E suspiro a todo o momento

Quando a hora não passa,
Finjo estar em outros lugares
Componho coisas novas
Uso a máquina que não sei usar

Quando a hora não passa
Conto inevitavelmente os segundos
E percebo o quanto o tempo é sádico
Bendito Einstein que descobriu a relatividade.

Quando a hora não passa
Acho o miniblog chato
E queria ter mais tempo para mim
Bebo mais água e sozinha faço graça...

Quando a hora não passa
Olho feio para o relógio
Que de pirraça, fica paradinho: Assim!