"O texto simplifica meu eu complexo, ora é aliado, ora me faz refém".- Hellen Cortezolli

quinta-feira, outubro 22

Dores que emburrecem…

Já são mais de duas da manhã, não sei a hora certa porque o relógio marca o horário de Brasília.
Não consigo dormir porque estou sentindo dor de cabeça, desde o início da noite. Por isso não me concentrei em nada…
A dor tinha aliviado um pouco, mas agora voltou mais forte.
Se espalhou e não sei ao certo onde dói mais.
Escrevi um post mais cedo, aliás dois. Mas, o segundo em particular, era bem grande. Diante da minha falta de atenção, não sei o que fiz, mas perdi tudo que tinha escrito. Agora não estou com paciência para reescrever.
TN140_PazSei que vou dormir e acordar no meio da noite, ainda com dor. Covarde finjo que não estou nem aí… É sempre assim, até que ela resolva me deixar em paz. Dor.
Meu rosto parece que vai saltar da cabeça.Talvez ganhe vida própria.
Deve ter se estressado com a mesmice.
Então, pulsa mais que meus batimentos cardíacos. Será que existem outros? Um desejo?
Um “remédio” do tipo que cura como tirar com a mão. Pena, não posso!